terça-feira, 23 de junho de 2015

Sou alérgica a esmaltes e ai???

Bom dia!!

Oi pessoas tudo bem?!

Sim existem pessoas alérgicas a esmaltes e eu sou uma delas, imagina só fui manicure desde os 14 anos e com 21 anos de uma hora para a outra surgiram manchas no meu rosto, manchas brancas parecendo vitiligo mas elas eram ásperas e escamosas, surgiram 2 manchas ao redor da boca, fui a dermatologista que pediu para eu suspender o uso de pasta de dentes e depois os esmaltes, me receitou uma pomadinha a base de corticoides, comecei a escovar os dentes com antisséptico bucal e com um guardanapo ao redor da boca para que nada escorresse para a minha pele, a mancha continuava lá coçando e feia dai parei com o esmalte não deu outra como dizem foi batata!!!!!

A minha alergia ficou mais ou menos assim:

*este não é o meu rosto imagem da internet para ilustrar como ficou a minha alergia.

Há 7 anos atrás esmaltes hipoalérgicos eram um absurdo tipo eu lembro que foi quase R$ 11,00 uma base da risque, hoje em dia as marcas já estão fazendo os esmaltes sem os 3 componentes maiores causadores de alergia que são eles tolueno, formaldeído e dibutilftalato (DBP), isso no esmalte cremoso já o perolado e cintilante ainda tem outro componente chamado mica que também é um causador de alergia!
Vamos conhecer melhor cada um dos componentes:
Tolueno:
 Matéria-prima a partir da qual se obtêm derivados do benzeno, Esta substância ficou popularmente conhecido no Brasil como cola de sapateiro, apesar de estar presente em outros tipos de colas
Formaldeído
Fabricado a partir do metanol (que é um álcool muito tóxico à saúde). É basicamente um conservante impedindo o crescimento de microrganismos em diversos produtos. Conservado em temperatura ambiente, o formaldeído é um gás incolor que evapora com facilidade. Possui odor forte e irritante assim como é altamente inflamável.
Dibutilftalato:
Um plastificante utilizado para proporcionar maior durabilidade ao esmalte, esse componente químico foi banido de cosméticos, inclusive de esmaltes, em toda a Europa. Os efeitos mais comuns da exposição ao dibutilftalato são: irritação nos olhos, pele e sistema respiratório.
A minha alergia hoje em dia.
Hoje a minha alergia já não ataca mais o rosto como a grande maioria, quando passo esmalte comum a pele próxima as cutículas incham, ficam vermelhas, descamam, e coçam tanto que sai até uma aguinha, fora as feridinhas que dá ao contorno a cutícula, como se tivesse “tirado bife”.
Inferente dos sintomas que você tiver, é sempre bom procurar um dermato  para saber qual realmente é o seu problema! E em outro post conto quais são as marcas nacionais e baratinhas que estão a venda e são Free.
Espero ter ajudado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário